sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

QUADRILHA ASSALTA BANCO DO BRASIL EM SÃO FELIX DO XINGU

Segundo informações a Agência do Banco do Brasil de São Félix do Xingu foi alvo de assaltantes na tarde desta sexta-feira (02). Informações dão conte de que cerca de 15 a 20 homens entraram a agência e fizeram as pessoas de refém até no momento sem vítima fatal.
A suspeita e que seja a mesma quadrilha que assaltou o Banco de Redenção.

Um vídeo mostra o momento da fuga da quadrilha.



Mais informações a qualquer momento.

Fotos: e informações: Facebook/Carlos Calaça

MUNICÍPIO DE BRASIL NOVO CONSEGUE DESBLOQUEIO DE FPM

Com o Fundo de Participação dos Municípios - FPM bloqueado desde o dia 07 de julho deste ano, a Prefeitura Municipal de Brasil Novo tem enfrentado diversas dificuldades, entre elas estão os salários de seus funcionários, mas a Gestão Municipal não mediu esforços para negociar a liberação e desta forma horar seus funcionários com seus vencimentos salarias e às 17:12 horas de hoje conseguiu junto à Receita Federal o desbloqueio do – FPM. No Portal do Sistema Integrado de Administração Financeira – SIAFI, o município ainda aparece como BLOQUEADO, mas é devido a sua atualização que só acontece depois das 00:00 horas.

Com o desbloqueio dos recursos o Governo Pretende quitar todos os salários de seus servidores. – “Não foi uma luta fácil, mas graças a Deus conseguimos desbloquear o FPM e agora é aguardar a liberação no sistema, prepararmos as folhas, encaminharmos ao banco e fazer o pagamento de nosso pessoal para que eles também possam honrar suas dívidas e poderem dormir tranquilos”. – Afirmou a prefeita que disse que sua prioridade é os funcionários. A Prefeita Marina Sperotto afirmou ainda que agora o governo deverá se desdobrar mais ainda para que os pagamentos sejam efetuados com maior brevidade possível.

De ontem pra hoje, além de Brasil Novo conseguiram desbloqueio os Município de Aurora do Pará e Belterra e ainda enfrenta o mesmo problema outros quatro municípios do estado do Pará: Novo Progresso, Parauapebas e Porto de Moz e Uruará.

Por: Valdemídio Silva

APÓS CONFIRMAÇÃO DE FRAUDE, MINISTRO DA EDUCAÇÃO FALA SOBRE POSSÍVEL CANCELAMENTO DO ENEM

SÃO PAULO – O ministro da Educação, Mendonça Filho, descartou nesta quinta-feira (1) a hipótese de o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2016 ser cancelado após ser confirmado pela PF o vazamento da prova antes de sua aplicação.
Os alunos que não realizaram a prova na data oficial, por conta das ocupações dos estudantes em escolas onde a prova seria realizada, realizarão a prova neste final de semana, dias 3 e 4. Segundo informações do G1, o ministro afirmou que o vazamento da prova “é um fato isolado” e que o exame está preservado
“Não vamos de forma algum prejudicar milhões de brasileiros com relação a um fato que foi tentado em termos de fraude e uma ação isolada e identificada pela Polícia Federal”, disse.
Após relatório da PF que confirmava a fraude no Enem, o procurador da República Oscar Costa Filho, do MPF-CE (Ministério Público Federal do Ceará) afirmou que solicitaria a suspensão da prova em todo o Brasil. O ministro criticou Costa Filho pela proposta, afirmando que “não há razão para suspender ou cancelar o exame”.


RAUL GIL NEGOCIA PROGRAMA AOS DOMINGOS COM DUAS EMISSORAS

O filho do apresentador Raul Gil, o Raulzinho, decidiu falar sobre o episódio da demissão do pai pelo SBT e de seus planos para o futuro. À revista “Veja”, o diretor admitiu que o veterano já se movimenta para não ficar muito tempo fora do ar, assim que seu último programa for transmitido pelo canal de Silvio Santos, que acontecerá até o Carnaval.
Para que este objetivo se concretize, Raul Gil está conversando com outras duas emissoras. Mas, se depender de sua vontade, o comunicador irá abandonar a faixa que ocupa a tantos anos. “Eu e meu pai queremos sair do sábado e fazer um programa para o domingo, de cinco horas de duração. Queremos manter alguns quadros clássicos, mas vamos renovar algumas coisas”, antecipou.
Sobre o encerramento do contrato com o SBT, Raulzinho admite que o pai está “machucado e triste” por ter que deixar um ambiente com o qual já estava familiarizado. Mas, ao mesmo tempo em que não quer sair, Raul Gil estava se sentindo desprestigiado. “O cenário do programa estava quase se destruindo, porque ficamos por três anos e meio sem mudar. Ele queria mais chamadas durante os intervalos e achava que a grade do sábado não tinha muito a ver com sua atração”, desabafa.
Por fim, o apresentador comentou as tentativas de aproximação de Otávio Mesquita, que tem sido apontado por Raul Gil como o responsável pela sua saída. Para o diretor, a trégua entre eles é uma questão de tempo, mas, para que isso aconteça, ele aconselhou Mesquita a manter-se afastado, pelo menos neste primeiro momento
 “Daqui a pouco eles estão comendo pizza juntos de novo”, prevê.


MADEIREIROS TÊM PRAZO PRA REGULARIZAR ENCARGOS TRABALHISTAS NA REGIÃO DA TRANSAMAZÔNICA.

MPT e MTE deram 90 dias para empresários regularizarem problemas. Além do alto índice de acidentes, funcionários não tem carteira assinada.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) deram um prazo para empresários do setor madeireiro se regularizar na região da Transamazônica, no sudoeste do estado. Somente nas serrarias do município de Uruará, foram registrados 10 acidentes com uma morte e cinco mutilações. Em Brasil Novo também foi registrada uma morte.
Uma reunião, realizada no município de Altamira, discutiu a redução da ocorrência de acidentes de trabalho nas serrarias e a garantia dos direitos trabalhistas dos funcionários do setor com empresários madeireiros de Anapu e Uruará. O prazo dado para as empresas se regularizarem é de 90 dias antes que sejam submetidas a uma fiscalização.
A atividade madeireira é considerada pelo MTE de risco elevado para a ocorrência de acidentes graves, que podem gerar mutilações e morte em acidentes com máquina usadas para extração de madeira e beneficiamento dos produtos.
O número de acidentes de trabalho de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Madeireira é alto. Nos últimos três anos no município de Uruará, que concentra a maior parte das serrarias, foram 302 acidentes de trabalhos nas 20 empresas ativas operando na cidade.
“Haverá um planejamento para 2017 do Sindicato e do Ministério Público do Trabalho para que a gente possa atuar nas fiscalizações. Eles vão ter as orientações, vai ser dado um prazo e se não cumprirem, as fiscalizações vão atuar”, revela a presidente do sindicato, Maria da Guia.
A informalidade também prejudica os trabalhadores do setor madeireiro, que não conseguem ter acesso a benefícios previdenciários. De acordo com o Sindicato, hoje operam em cinco municípios da região da Transamazônica pouco mais de 40 empresas madeireiras. Cada serraria emprega de 20 a 30 funcionários, mais de 60% deles não tem carteira assinada e recebem o pagamento por diárias.
Para os empresários, a crise econômica é o motivo para o não pagamento dos encargos trabalhistas.
“Realmente nosso maior problema é termos a carteira assinada dos funcionários. Há um ano eu demiti todos os meus funcionários e dei baixa na carteira deles. Hoje eu só trabalho com diária. Nós temos que encontrar uma solução para o trabalho feito com as diárias e se a gente não conseguir um acordo infelizmente são as empresas a fechar as portas”, comenta o empresário, Jarbas Ferreira.


Fonte: G1/PA

VIGILANTE É ESFAQUEADO E ASSALTADO EM ALTAMIRA

O vigilante Francisco Brandão, 48 anos, foi internado na noite da última quinta-feira (01), no Hospital São Rafael em Altamira, sudoeste do Pará, com golpes de faca na região do pescoço e acima do tórax.
Ele foi vítima de esfaqueamento durante uma invasão ao Distrito de Saúde Indigena (Disei), quando dois homens pularam o muro do órgão, a arma e um colete balístico foram levados pelos assaltantes.
Francisco perdeu muito sangue e chegou a ir para a Unidade de Tratamento Intensivo do hospital. Na manhã desta sexta-feira (02), o estado de saúde do vigilante foi normalizado e ele já não corre risco de morte.
A Polícia Militar foi informada das características dos dois suspeitos e faz incursões pela cidade. A Polícia Civil de Altamira apura o caso.


Fonte: O Xingu com informações de Felype Adms

CCBM DIVULGA NOTA SOBRE ANÚNCIO FALSO DE EMPREGO NA UHE BELO MONTE

O Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) alerta que tem circulado por redes sociais um ANÚNCIO FALSO sobre a abertura de vagas de trabalho para diferentes áreas de atuação profissional na UHE Belo Monte.
O CCBM destaca que “o anúncio não é de sua responsabilidade e lembra que esse tipo de ação – divulgação de documento apócrifo – atenta contra a veracidade e viola a fé pública, podendo causar prejuízos morais e financeiros a terceiros”, conta a nota enviada à imprensa.
A empresa ainda alerta que o autor ou autores do referido ANÚNCIO FALSO poderão responder judicialmente por esta comunicação mentirosa.
“O Setor de Recursos Humanos reitera que no momento não há vagas em aberto no CCBM. E que vagas não são anunciadas em redes sociais”, finda a nota.


Fonte: O Xingu

SERVIDORES MUNICIPAIS DE BRASIL NOVO BLOQUEIAM A BR 230 POR MOTIVOS SALARIAS

Funcionários da Prefeitura de Brasil Novo, lotados nas Secretarias de Administração e Finanças e de Transporte e Manutenção realizaram na manhã desta sexta-feira (02), protesto contra os atrasos nos pagamentos dos salários dos servidores.
Em protesto contra os atrasos dos salários, os funcionários atearam fogo em pneus na cabeceira da Ponte do Rio Jarucu há mais ou menos 3,5 km de Brasil Novo no sentido à Altamira e trancaram a Rodovia Transamazônica, BR – 230. O Objetivo foi de chamar a atenção das autoridades e da sociedade para os três meses de atrasos em seus vencimentos. Em uma manifestação pacífica cerca de 5º funcionários, incluindo conselheiros tutelares, levaram cartazes cobrando da gestão respostas para o problema salarial.

Durante o discurso, a servidora Durcelinia de Assis lembrou as dificuldades que muitos vêm enfrentando por falta do pagamento – “É inadmissível que pais de família fiquem três meses trabalhando sem receber e hoje estamos aqui (na manifestação) porque a gente trabalha porque precisa e hoje o funcionário público é o pior caloteiro de Brasil Novo porque não consegue horar seus compromissos. Antigamente os comerciantes tinham vontade de vender para o servidor público, mas hoje não tem por que não sabe quando vai receber”. - se indignou a servidora que cobra agilidade do governo soluções para o problema.

A Policia Rodoviária Federal esteve no local da manifestação e solicitou aos manifestantes o desbloqueio da via. Sendo acordado que se até o dia 06/12/2016 o pagamento dos salários atrasados não ocorrer a via volta a ser bloqueada.

A Prefeitura de Brasil Novo ressalta que, o problema em parte se deve a atual crise financeira do país e que a dívida contraída não é de responsabilidade apenas da gestão atual, mas sim uma herança que o município carrega desde a sua fundação e isso tem contribuído para o atraso nos pagamentos.

Em nota a Prefeitura disse que O município pagou ao INSS o valor de R$ 735.218,71 (Setecentos e trinta e cinco mil duzentos e dezoito reais e setenta e um centavos), a título de repactuação de parcelamento que está apenas aguardando a conclusão dos trâmites de liberação do FPM bloqueado para que os salários em atraso sejam depositados nas contas dos servidores municipais.

DIZ A NOTA:

NOTA DE ESCLARECIMENTO
                                                     
A Prefeita Municipal de Brasil Novo-PA, no uso de suas atribuições legais, vem a público esclarecer que:

1.  O Parcelamento do débito do Município junto ao INSS que causou bloqueio do FPM e consequente atraso de pagamento salarial aos servidores foi realizado. O município pagou ao INSS o valor de R$ 735.218,71 (Setecentos e trinta e cinco mil duzentos e dezoito reais e setenta e um centavos), a título de repactuação de parcelamento; e estamos aguardando a conclusão dos trâmites de liberação do FPM bloqueado para que os salários em atraso sejam depositados nas contas dos servidores municipais.

2.  Importante esclarecer à população, que o direito de greve é constitucional, mas deve observar o prazo legal de 72 horas após comunicar a decisão de greve ao empregador. Considerando que a Prefeitura recebeu a comunicação de greve às 12:10 horas do dia 30/11/2016, a paralisação só poderiam ocorrer legalmente a partir das 12:10 horas do dia 02/12/2016; Portanto a paralisação e manifestação com bloqueio da Rodovia Transamazônica no km 44 (próximo à ponte do igarapé Jarucu) na manhã de hoje não observaram o prazo legal.

3.  Por último informamos que a prefeitura está em constante contato com a Receita Federal, monitorando o desbloqueio do FPM para realizar o imediato pagamento dos salários atrasados.  


Atenciosamente, Marina Ramos Sperotto


Por: Valdemídio Silva

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

ALUNOS RECEBEM DIPLOMA DO PROERD EM BRASIL NOVO

Mesa de autoridades
Mais de 200 alunos do quinto e do sexto ano receberam nesta quinta-feira (30), o certificado de conclusão do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência - PROERD. Foram 249 alunos do 5º ano do ensino fundamental menor das escolas Brasil Novo, Terezinha Back, Paraíso e padre Léo Schneider. O PROERD cumpre o papel de prevenir para evitar que quaisquer umas dessas crianças sejam escravizadas pelas drogas e as defende da marginalidade.
Mais de 200 alunos receberam certificados
A cerimônia contou com a presença dos Policiais Militares responsáveis pelo PROERD no município. O Programa O Programa Educacional de Resistência às Drogas - PROERD é a adaptação brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education - D.A.R.E., surgido em 1983. No Brasil, o programa foi implantado em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, e hoje é adotado em todos os estados Brasileiros e em Brasil Novo teve o apoio da Prefeitura municipal de Brasil Novo por meio da Secretaria Municipal de Educação – SEMED.
Aluna Keren Apuk como Dir. Júnior Oliveira, o Monitor SD. Cardias,
a professora Marinete Mardegan e o Srg. Félix
Durante o evento, alunos foram premiados por se destacarem na produção de redação e pelo desempenho no decorrer do Programa – “A gente fica muito feliz em vê o resultado positivo de nosso trabalho. Alguns pais, e até mesmo os diretores das escolas relataram que alguns alunos já tomaram decisões com base nos conhecimentos adquiridos pelo PROERD em tão fico muito satisfeito e espero que eles levem este conhecimento elo resto da vida e que possa contribuir com a sociedade”. - Afirmou o Soldado Cardias, monitor do Programa em Brasil Novo que destacou a emoção que sentiu ao ouvir a leitura da redação destaque escrita pela aluna Keren Apuk da Escola Terezinha Back. 

SD. Cardias, e o Mascote DARE
Os materiais do programa (livros, cadernos e camisetas) foram financiados pelo PDRSX da Norte Energia. As formaturas aconteceram pela manhã na Escola Terezinha Back e a tarde na Escola Brasil Novo e o destaque do evento foi a presença personagem DARE, mascote do Programa que recebeu todo o carinho dos alunos de Brasil Novo.
Por: Valdemídio Silva

AGENTE PRISIONAL É PRESO ACUSADO DE FACILITAR FUGA

(Foto: Reprodução)
Um agente prisional, identificado apenas como Eliabe, foi preso na segunda-feira (21), acusado de facilitar a fuga de um detento no Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA), em Marabá. 
A fuga aconteceu por volta das 5 horas da madrugada. A forma como o detento, identificado como Evandro Gomes de Souza, fugiu chamou a atenção da direção da casa penal, já que ele passou por uma grade do regime fechado sem quebrar o cadeado. 
Devido à circunstância, a Polícia recorreu às imagens das câmeras de segurança que registraram um agente prisional ajudando na fuga. 
O agente foi preso ainda na noite desta segunda-feira (21), no município de Itupiranga, localizado há cerca de 40 quilômetros de Marabá. Ele foi levado para a Seccional Urbana de Polícia Civil de Marabá. Já o fugitivo continua foragido. 
A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou a fuga do interno e informou que um inquérito policial foi aberto para apurar possível facilitação por parte de servidores. Por questão de segurança institucional o nome não foi confirmado até a conclusão da investigação. A Susipe informa ainda que a corregedoria do órgão também irá apurar a ocorrência.
Fonte: DOL com informações da Sucursal de Marabá

LIDERANÇAS INDÍGENAS REIVINDICAM DEMARCAÇÃO DE TERRA TERRA INDÍGENA SAWRÉ MUYBU, NO RIO TAPAJÓS E NO PARÁ.

Foto: Greenpeace
Lideranças indígenas fizeram protesto nessa terça-feira (29), no Ministério da Justiça, em Brasília. O grupo pede a demarcação da Terra Indígena Sawré Muybu, no rio Tapajós, no Pará.
Pela manhã, cerca de 80 indígenas, representantes do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e ambientalistas do Greenpeace fizeram um ato.
No gramado do ministério, o grupo formou a frase “Demarcação Já”, com letras vermelhas. Cento e oitenta flechas foram fincadas no local, para representar o prazo que a pasta teve para publicar a portaria referente a área.
A tarde, os indígenas ocuparam a sala de reuniões do ministério. Eles exigiam falar com o ministro Alexandre Morais, mas foram recebidos pelo presidente da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), Agostinho do Nascimento Netto.
Em abril deste ano a FUNAI publicou os estudos de identificação e delimitação da terra indígena. Após abertura de prazo para contestação do estudo a etapa seguinte seria a declaração dos limites dessas terras, pelo Ministro da Justiça.
Se todos os prazos fossem cumpridos a publicação da Portaria Declaratória da terra reivindicada como tradicional pelos Munduruku deveria ter saído na segunda-feira (28).
De acordo com o Cimi, durante o encontro o diretor de Proteção Territorial da FUNAI, Walter Coutinho, afirmou que o órgão não fez a análise das contestações dos estudos. A fase é anterior a Portaria Declaratória.
A terra indígena fica na região do Médio Tapajós, localizada nos municípios paraenses de Itaituba e Trairão.
De acordo com a liderança indígena Ademir Munduruku, grandes empreendimentos como a construção de hidrelétricas no Rio Tapajós, podem atrapalhar o processo de demarcação da Terra Indígena Sawré Muybu.
Ademir afirma que a área é considerada sagrada pelos indígenas.

ALUNAS DA ESCOLA MUNICIPAL DE DANÇA DE ALTAMIRA PARTICIPARÃO DE CONCURSOS EM BELÉM

Dez alunas da instituição foram classificadas e se apresentarão em festivais em Belém. Serão seis programações em teatros e duas amostras de dança. Esta é a primeira vez que as alunas participam do dança Pará, um dos maiores festivais do estado.
As meninas se preparam há mais de dois meses para os concursos em Belém. Os ensaios foram intensos para garantir uma boa apresentação. As bailarinas viajarão na manhã desta quinta-feira (01). Para a aluna da escola de dança, Sarah Barros, de 14 anos, a instituição tem grande importância em sua vida.
A Escola Municipal de Dança vem se destacando cada vez mais na cidade. São apresentações diferenciadas de balé e jazz. Este ano no mês de abril a escola realizou o terceiro movimento em dança. Foram dois dias de programação que encantaram o público.  

CASAL É ASSALTADO E FEITO REFÉM DENTRO DE CASA

Um casal foi feito refém durante um assalto em uma residência no Bairro Jardim Oriente, na noite desta terça-feira (29). Os criminosos estavam armados, aparentemente com revolver 38. Eles pularam o muro e se esconderam atrás de uma planta. Os assaltantes tentaram trancar a família, mas nem o banheiro nem os quartos tinham chave.
Os criminosos invadiram a casa por volta de 9 horas da noite. A mulher é revendedora de cosméticos e perfumes e havia estoque de produtos na casa. Eles levaram praticamente todo o material de trabalho dela, além de celulares, tablet, televisão, corrente de ouro, uma pulseira de prata, bolsas e uma moto.
Imagens do circuito de segurança de uma residência na esquina podem revelar a identidade dos assaltantes. A proprietária deve repassar as gravações nesta semana a Polícia Civil para ajudar nas investigações.

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO DE ACUSADO DE ROUBOS EM URUARÁ

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira, 30, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedida pela Justiça, em Uruará, sudoeste paraense, Edmar dos Santos Batista, de apelido "Zé Maria", em decorrência de processo por crime de roubo. A ordem de prisão foi cumprida por policiais civis do município sob comando do delegado Rubens Mattoso. Edmar é acusado de cometer roubos no município.
Ele estava preso pelo crime, mas foi colocado em liberdade condicional pela Comarca Judiciária da região. Porém, o acusado descumpriu as obrigações impostas por lei, entre as quais, não reincidir no cometimento de crimes. Diante do descumprimento, a juíza Caroline Assad, da Comarca de Uruará, determinou a prisão preventiva do acusado.
De posse da ordem de prisão, os investigadores José Tadeu e Alexandre Alves, da Delegacia local, conseguiram localizar o acusado e cumpriram o mandado de prisão. Edmar vai responder pelo crime recolhido à disposição da Justiça.


Fonte: PC/PA

FUNCIONÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO ANUNCIAM GREVE EM BRASIL NOVO

Durante uma reunião com representante da administração, funcionários da Prefeitura de Brasil Novo no Sudoeste do Pará, anunciaram e oficializaram greve no município.

Os servidores municipais foram recebidos, na manhã desta quinta-feira, por Rogério Oliveira no Gabinete da Prefeita onde foi questionado pelos funcionários sobre o atraso de três meses nos pagamentos dos salários. Em resposta, Rogério informou que o que está ao alcance da gestão municipal está sendo feito e que esperam uma resposta positiva por parte da Receita Federal, mas que a Prefeita está buscando todos os meios possíveis para que possa regularizar a situação – “Estamos fazendo o possível e todos os a Prefeita Marina está buscando todos os meios possíveis para resolve a situação de vocês, o que eu não posso é afirmar uma data porque, nem pra mim, nem para a Prefeita e nem à vocês a Receita dá uma previsão dizendo “É AMANHÔ. Com tudo que está acontecendo ainda estamos mais tranquilo do muitos municípios por aí. Eu não reclamo de nenhuma situação. O que vocês quiserem fazer façam dentro da lei para que vocês estejam respaldados e quero deixar claro que não sou contra vocês em nenhum momento”. – afirmou Rogério.

A servidora municipal Durcelinia de Assis, garantiu que os funcionários irão respeitar o limite permitido por lei que é de 30% de paralisação dos serviços e pediu para que o governo continue dedicando esforço para resolver os problemas dos salários – “Nós vamos manter os trabalhos prioritários que são a coleta d lixo e o abastecimento de água assumindo a manutenção dos 70% dos serviços como fomos orientados pelo advogado e pedimos que tentem pressionar de uma forma  ou de outra resolver nossa situação porque não é fácil ficar na situação que a gente está”. Apelou a servidora.

De acordo com o representante do Governo, caso não seja resolvido por Altamira até na sexta-feira dia 02, a solução será buscar diálogo com a Receita Federal em Santarém.

No Pará havia 14 municípios com FPM bloqueados até o mês passado, agora são apenas 07 e nesta região da Transamazônica estão nesta situação Uruará e Brasil Novo. Os outros Municípios do Estado embargados são Aurora do Para, Belterra, Novo Progresso, Parauapebas e Porto de Moz.


Por: Valdemídio Silva